quarta-feira, julho 24

Tesouro Direto destinará milhões a empreendimentos sociais

O Tesouro Direto destinará R$ 5,2 milhões a startups com soluções inovadoras para problemas sociais e ambientais.

Cédulas de dinheiro brasileiro
Iniciativa pioneira de impacto social e ambiental: Tesouro Direto destina R$ 5,2 milhões para startups com soluções inovadoras. Foto: Divulgação

A partir desta terça-feira (25), as pessoas físicas que compram títulos públicos pelo Tesouro Direto ajudarão empreendimentos sociais. A iniciativa destinará R$ 5,2 milhões a até 40 startups com negócios de impacto. As empresas deverão focar em educação financeira e profissionalizante, inclusão de pessoas especiais e promoção do meio ambiente.💰

Os recursos para essa iniciativa virão da taxa de custódia de 0,2% ao ano sobre o saldo das aplicações dos investidores do Tesouro Direto. Assim, pelo contrato entre o Tesouro Nacional e a B3, a Bolsa de Valores (B3) recebe essa taxa. Consequentemente, ela prevê que 20% da receita projetada com a arrecadação da taxa, limitada a R$ 50 milhões por ano, serão repassados a projetos sociais e de sustentabilidade.

Inscrições e apoio de organização experiente

As empresas interessadas podem se inscrever a partir de hoje no site www.tdimpacta.com.br. A montagem da plataforma contou com o apoio da Artemisia, organização fundada em 2005, que apoia negócios de impacto. A Artemisia já beneficiou 770 empresas através de programas de aceleração e apoio em projetos-piloto de inovação aberta. Além disso, a organização também ajudará na escolha dos projetos.

Objetivos da iniciativa segundo o Tesouro Direto

A organização concederá todos os recursos financeiros no formato de doação. Na categoria criação, até 20 empreendedores receberão R$ 20 mil cada. Posteriormente, os cinco melhores dividirão R$ 250 mil. Na categoria aceleração, os dez escolhidos receberão R$ 40 mil cada, enquanto que os cinco destaques dividirão R$ 1,1 milhão. Já na categoria inovação aberta, os dez selecionados ganharão R$ 50 mil cada, e os cinco destaques repartirão mais de R$ 2,6 milhões.

Capacitação e apoio financeiro às startups 🚀

As 40 empresas selecionadas receberão apoio financeiro e capacitação gratuita e online. Durante a jornada, as empresas serão avaliadas por desempenho e engajamento. Ao final, os projetos de destaque em cada categoria receberão um valor adicional. Vamos dividir as empresas conforme o estágio de maturidade do negócio: criação, aceleração e inovação aberta.

Distribuição dos recursos 💸

A organização concederá todos os recursos financeiros no formato de doação. Na categoria criação, até 20 empreendedores receberão R$ 20 mil cada. Ao final, os cinco melhores dividirão R$ 250 mil. Na categoria aceleração, os dez escolhidos receberão R$ 40 mil cada, com os cinco destaques dividindo R$ 1,1 milhão. Na categoria inovação aberta, os dez selecionados ganharão R$ 50 mil cada, com os cinco destaques repartindo mais de R$ 2,6 milhões.

Impacto e critérios para seleção

Os negócios de impacto são empresas que oferecem soluções para problemas sociais ou ambientais por meio de suas atividades principais. Além disso, as empresas atuam seguindo a lógica de mercado e buscam retornos financeiros, comprometendo-se a medir o impacto gerado. Para serem selecionadas, as empresas devem ter a intenção de resolver um problema social ou ambiental, adotar a solução de impacto como atividade principal, buscar retorno financeiro e comprometer-se a monitorar os efeitos sobre a sociedade.

Similaridade com títulos verdes 🌍

Rogério Ceron destacou a semelhança da iniciativa com os títulos verdes, papéis lançados no mercado internacional que captaram US$ 4 bilhões para projetos sociais e ambientais. “No mérito e no conceito, existe uma semelhança [com os títulos verdes]. No fundo, estamos fazendo um conjunto de iniciativas que reforcem a marca do Tesouro Direto como algo além de uma plataforma de oferta de títulos rentáveis, uma plataforma de educação financeira e de impacto social”, completou Ceron. A diferença está na fonte dos recursos, pois o Tesouro Direto Impacta, nome da iniciativa, não envolve diretamente os investimentos em títulos públicos; ao invés disso, utiliza a taxa de custódia paga à B3.

Em suma, a iniciativa do Tesouro Direto de destinar recursos para empreendimentos sociais representa um avanço significativo porque apoia soluções inovadoras para problemas sociais e ambientais. Além disso, o apoio financeiro e a capacitação às startups reforçam o compromisso do Tesouro com a educação financeira, inclusão social e sustentabilidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *